A campanha “Bloqueio Não” é um engodo da Oi

Bloqueio Não. O engodo da OiOk, muita gente já está esperta com relação a isso, mas eu achei interessante ser mais um a divulgar isso, pois eu só vejo por aí a “campanha” se espalhando como se fosse uma coisa boa, um bem para a humanidade, um presente para os usuários. Lembrem-se: a Oi é uma empresa capitalista e só visa o lucro. Ela não está nem aí para você.

Você, que achou “bem bolada” a campanha, os milhões gastos com propaganda na TV e em toda mídia conhecida, o trocadinho pago para alguns blogueiros conhecidos colocarem um “selinho” (ah, você achou que era iniciativa em prol da campanha? Bobinho…)? Fiquem com alguns fatos importantes:

  1. A Oi foi a primeira operadora a lançar o tal “celular bloqueado”. Aparelho com desconto em troca de um bloqueio físico para não utilizar outro chip.
  2. Quem possui aparelhos da Oi ainda bloqueados (antes da tal campanha) tem que gastar um troco pra poder desbloquear no “camelô” ou cumprir o período contratual. Por que a Oi não montou uns quiosques para desbloqueio dos seus próprios celulares?
  3. A tal campanha só vale para pessoa física. Qualquer empresa que aderir a um plano corporativo continuará comprando celular bloqueado. Liga no suporte e pergunta. A resposta é justamente a minha primeira frase desse parágrafo. E só.
  4. O principal, que talvez muita gente não saiba: A OI NÃO VAI MAIS VENDER CELULAR! Ah, você achou que eles iriam lançar uma campanha que quebrasse o próprio negócio? Tolinho … A Oi vai sair completamente do mercado de aparelhos, passando a vender apenas o CHIP! Obviamente, ela iria querer que seu chip funcionasse nos aparelhos das concorrentes, não é?

Se você foi uma das pessoas que acreditou na campanha, não pensou que fosse má fé da Oi, espalhe essa notícia. É bom que certas jogadas empresariais e marqueteiras fiquem bem claras para o consumidor. Não somos idiotas.